Curti

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Programação de Páscoa 2017

Programação de Páscoa 2017
       Bom dia/boa tarde, bem vindos ao nosso momento pascal, onde iremos refletir sobre o sentido da Páscoa em vários aspectos, fiquem atentos.  


1º momento

Conto de Páscoa

Por Camilo

       Sentado na beira da calçada , com um ovo de chocolate pequenino nas mãos , olhar sério , aquele menino se pôs a imaginar. Havia muitas coisas que ele não entendia, por mais que tentasse.

Durante a semana toda, na escola, na rua , em casa , em todos os lugares só se ouvia falar de Páscoa , coelhinho e ovos de chocolate.  A professora até colocou Jesus no meio da história, mas só aumentou a sua confusão; ele não conseguia organizar o pensamento. Jesus não é aquele que nasceu no Natal? Faz tão pouquinho tempo, e ele já morreu??!!

       Não, decididamente ele não entendia nada . Não sabia exatamente o que uma coisa tinha a ver com a outra. Afinal de contas, por que comemorar, se Jesus morreu? Por que os ovos são de chocolate? E o coelho, o que ele faz nessa história?

        Complicaaadooo!!!! Separava somente as coisas que entendia, e sabia o que era.. Entendia que estava esperando ganhar um ovo bem grande, daqueles que tinha visto na televisão, embrulhado num papel brilhante e com um laço de fita vermelha , que não veio, e ele sabia por que: o dinheiro não deu.
      Ele sabia. Nem seu pai e nem sua mãe tinham prometido dar-lhe um ovo de páscoa; e ele sabia, também, que o coelhinho não o trazia para ninguém. Então, como é que ele poderia satisfazer a sua vontade de comer chocolate? Como ia passar o domingo de páscoa sem comer ovo de páscoa? E a ideia veio assim, de repente!!! Por que não???

       Foi até o primeiro semáforo daquela movimentada avenida e, quando o sinal ficava vermelho ele se lançava entre os carros e ia pedindo: "Moço, dá um ovo de páscoa pra mim?" "Senhor, poderia me dar um ovo de páscoa?" "Moça , dá um ovo de chocolate pra mim?"
      Assim, ia pedindo e ouvindo as mais esfarrapadas respostas, quando alguém respondia .

     Até que, enfim, parou um carro velho, todo manchado de ferrugem. Dentro, um homem com cara de bravo … Ele tomou coragem, foi até lá e arriscou o mesmo pedido: "Moço , eu quero um ovo de páscoa" .
        E qual não foi sua surpresa quando aquele homem pegou, no banco do passageiro, um embrulhinho e lhe estendeu pelo vidro. "Brigado, moço!!!" E saiu em disparada.

       De volta à sua calçada, ele olhou o ovinho e sorriu feliz. Afinal, agora ele comemoraria a Páscoa.

(Desconhecemos a autoria.)

2º momento

Reflexão por Janete 


3º momento
Apresentação da turma do 1º ano “B”, professora Elaine 



4º momento
Apresentação da turma do 1º ano “A”, professora Ana Paula e em seguida uma contação de história


5º momento
Encenação com os alunos dos 3ºs anos, das
professora Josiane, Jussara e Preta.


6º momento
Dinâmicas por Camilo
1ª corrida do ovo
2ª pintando o coelhinho
3ª corrida do coelhinho
4ª mímica de Páscoa

7º momento
Lanche e entrega de ovos
















Amostra do Chá Literário



 Amostra do Chá Literário
Sejam todos bem-vindos a V Edição do Chá Literário da Escola Marta Bezerra de Medeiros, que esse ano tem como tema OS SALTIMBANCOS MARTA 2017. O objetivo do projeto é levar as mais variadas obras literárias e esse ano trazemos os: 

“Os saltimbancos” foi um projeto composto por importantes figuras. É um disco que vem da inspiração e adaptação da obra literária “Os músicos de Bremen”, criada pelos lendários irmãos Grimm.
Essa obra trata da união de um grupo de animais contra a exploração realizada por seus patrões. Ao longo das canções vemos que cada um dos animais canta as suas angústias e decidem se reunir para que tivessem a oportunidade de mudar o rumo de suas vidas. Os protagonistas envolvidos são um burro, um cachorro, uma galinha e uma gata. Cada um reclama da exploração que sofria e contam com suas diferenças para se tornarem livres.
De modo geral, essa obra tem uma elaboração interessante e explora de modo muito eficiente no uso de elementos lúdicos.
As crianças têm grande facilidade de compreenderem e podem aprender sobre valores muito importantes. Questões como união, solidariedade, justiça e diversidade são alguns dos conceitos que a narrativa dos saltimbancos consegue transmitir aos que tem a oportunidade de apreciá-la. Contudo, não podemos entender que “Os saltimbancos” seja uma simples obra pensada para crianças.
A história desses animais tem uma relação muito importante com o contexto histórico vivido no Brasil. Ao falar sobre união, exploração e justiça, os animais que figuram essa fábula davam voz a uma série de questões políticas que marcavam o regime militar brasileiro. Não tendo liberdade para abertamente se opor ao governo, era comum que os artistas utilizassem de elementos e recursos estéticos que de forma indireta expressassem as suas opiniões.
Percebemos que “Os Saltimbancos” é um rico documento histórico capaz de marcar adultos e crianças. Para o universo infantil, percebemos a construção de uma ferramenta didática capaz de introduzir a reflexão de valores muito interessantes para a formação dos pequenos. Aos adultos, uma obra que hoje atesta a falta de liberdade artística que impunha desafios e estratégias para se falar o que se pensava naquela época. Assim, temos um rico universo de questões educacionais e históricas a serem notadas por meio de um memorável disco.
Trouxemos para esse momento três salas de cinemas, a 1ª sala contamos a VIDA E OBRA DE MONTEIRO LOBATO, pois não podemos falar de literatura sem falar desse ícone. Na 2ª sala temos o RETRÔ CHÁ, que é uma retrospectiva das temáticas que destacamos a cada ano, por fim, na 3ª sala podemos assistir OS MÚSICOS DE BREMEN, para poder entender melhor toda a temática que estamos trazendo esse ano, sem contar que contamos ainda com um espaço para leitura e um delicioso chá.
Nesse momento teremos apenas uma pequena amostra do que traremos para esse ano, nos aguardem no mês de maio e muito obrigada pela presença de todos.
Não podemos deixar de agradecer também os responsáveis por esse momento, os professores e alunos das turmas de sistematização.